Portal Vida Pet - Página principal

Pit Bull e alimentação: informações completas para o cachorro adulto

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade
Pit Bull e alimentação: informações completa para o cachorro adulto

Certamente a alimentação do Pit Bull precisa ser elaborada de acordo com os valores nutricionais que a raça necessita.


Considerando diversos elementos, ou seja, o seu tamanho e a energia utilizada durante o dia.

O Pit Bull, portanto, é um cão ativo e com estrutura física composta por musculatura volumosa.

Leia também:

Pit Bull (American Pit Bull Terrier): origem e padrão

Temperamento do Pit Bull: tudo o que você precisa saber

Pit Bull: revelações impressionantes sobre o American Pit Bull Terrier

A fim de manter uma alimentação nutritiva, cada refeição precisa incluir quantidades equilibradas de proteínas, vitaminas e outros componentes fundamentais para uma apropriada manutenção da sua saúde.

Visto que uma alimentação de qualidade é essencial para a saúde do Pit Bull.

A dieta deve conter uma boa quantidade de proteínas, assim como, vitaminas e outras substâncias para nutrir o animal.

Existe ração específica para Pit Bull?


Sim, existem no mercado, rações formuladas especificamente para Pit Bull.

Estas rações possuem ingredientes importantes para a manutenção da sua musculatura, assim também, suprir a necessidade nutricional decorrente da intensa atividade física exigida.

A prática regular de atividade física, sem uma apropriada alimentação, certamente não proporcionará bons resultados.

Ração seca


A ração seca é a mais popular, bem como, mais em conta e dura mais.

Visto que uma das grandes vantagens, consiste em sua maior durabilidade no vasilhame do cão sem estragar.

Além disso, a ração seca favorece a limpeza dos dentes no momento da mastigação, evitando a formação do tártaro.

Ração úmida


As rações úmidas são mais saborosas em relação às rações secas, sendo assim, a preferida dos cães.

A quantidade de líquido que vem na ração é muito importante, pois, mantém o animal hidratado.

Aliás, este tipo de ração também é aconselhado para animais que ingerem pouca quantidade de água, evitando problemas renais futuros.

Com que frequência o Pit Bull adulto deve comer?


O animal adulto pode se alimentar duas vezes ao dia com ração seca, úmida ou enlatados específicos para cães.

Quantidade ideal


Cães adultos costumam comer, no entanto, cerca de 2% ou 3% do seu peso a cada dia.

Contudo, vai depender da idade do cão, as calorias da comida, a atividade física e o peso do animal.

Geralmente na embalagem da alimentação, possui especificações a respeito da quantidade, de acordo com o peso do animal.

Portanto, cachorro muito ativo, que pratica esportes como o agility ou sai para correr, certamente precisa de mais alimento.

Posso oferecer verduras e legumes?


Vegetais podem fazer parte da alimentação do Pitbull, além disso, se forem crus, ajudam a manter os dentes limpos.

O cachorro não é obrigado ser alimentado com verduras e legumes, no entanto, é perfeito para enriquecer as exigências nutricionais.

Cenoura: fonte rica em vitamina A, vitamina B, vitamina C, vitamina K, potássio, cálcio, magnésio e ferro.

Brócolis: cálcio, potássio, zinco, ferro, sódio e vitamina C, vitamina A, vitamina B1, vitamina B2 e vitamina B6.

Alface: vitamina A e vitamina C, fósforo, cálcio e ferro.

Couve: vitamina A, vitamina C e vitamina K, fósforo, ferro e cálcio.

Beterraba: rica em vitamina A, vitamina C e complexo B.

Vagem: rica em vitamina C, ácido fólico, vitaminas do complexo B, proteínas e fibras.

Batata: vitaminas do complexo B, vitamina C, ferro, cálcio e potássio.

Abóbora: rica em vitamina A, vitamina C e vitamina E, proteínas, carboidratos, potássio, cálcio, sódio, ferro, magnésio e fósforo.

Salsinha: rica em vitamina A, vitamina B1, vitamina B2, vitamina C e vitamina D.

Ervilha: fonte de vitamina A, vitamina C, vitamina B1, vitamina B2, vitamina B3, vitamina B6, potássio, ferro, cálcio e fósforo.

Chuchu: fonte de fibras, vitamina A, vitamina C, cálcio, fósforo e Ferro.

Tomate: vitamina A, vitamina B, vitamina C, potássio, cálcio e ácido fólico.

Inhame: vitamina A, vitamina C e vitaminas do complexo B.

Espinafre: vitamina A, vitaminas do complexo B, fósforo, cálcio, sódio, potássio, magnésio e ferro.

A fim de proporcionar uma alimentação saudável para o Pit Bull, evite enlatados, pois, podem conter muito sódio e aditivos.

Frutas que fazem bem ao Pit Bull


- Maçã
- Banana
- Pera
- Kiwi
- Manga
- Laranja
- Mirtilo/Blueberry
- Morango
- Caqui
- Goiaba

Contudo, lembre-se de que ele precisa de carne para compor sua dieta.

Tipos de ração


A escolha da ração tem, como resultado, influência direta na saúde e no funcionamento do organismo do animal.

Dessa maneira, conheça as opções disponíveis:

Standard

Essa categoria de ração possui baixo custo benefício, pois, são formuladas com ingredientes de menor custo.

Assim também, possuem quantidades inferiores de proteínas de origem animal e vegetal.

O que realmente é aproveitado e absorvido pelo organismo do animal gira em torno de 73%, fazendo com que o Pit Bull tenha que comer maior quantidade para suprir suas necessidades diárias.

Premium

A linha premium é uma categoria de ração que, como resultado, possui no mínimo 78% de aproveitamento pelo organismo.

Assim, devido à riqueza nutricional, o cão necessita de porções menores para a saciedade e saúde.

Super Premium

Esta linha de produto possui a melhor qualidade no mercado, com aproveitamento e absorção acima de 83% pelo organismo.

Como resultado da quantidade superior de proteínas e demais ingredientes, o cão se satisfaz mais rápido com uma porção menor.

Aliás, rações premium e super premium têm sua formulação produzida com carne de frango, ovelha e peru.

Ingredientes de origem animal, possuem maior digestibilidade, ou seja, o organismo aproveita melhor seus nutrientes.

Além disso, quanto melhor a digestibilidade, maior será a redução do volume das fezes do animal.

Posso oferecer sobras de comida humana ao cão?


Em primeiro lugar, tudo vai depender de quais ingredientes foram utilizados na sua preparação.

O organismo dos cães funciona diferente dos humanos, desse modo, o que nos traz saúde, pode levar doenças para eles.

Uma vez que existem diversos alimentos que são tóxicos para os cachorros.

Enfim, uma refeição deficiente, tanto em quantidade quanto em qualidade, pode trazer sérios problemas de saúde para o cachorro.


Comentários
Mateus

Gostei da matéria principalmente pq a foto é da minha pit kkkkkk

Edson

Bom dia tenho uma red José de aprox. 1 ano...castrada com todas as vacinas em dia ração espefica para ela. Nunca tive um cão tão dócil como ela...mas quando sai na rua se transforma porque ? O vizinho tem um Bull terrier legítimo aquele narizudo ela quase quebrou a grade para enfrentar ele é normal obrigado...

Marcelo

Meu pitbull tem 3 meses, dou a ração Tutano pra ele. Essa é boa ?

Jhonny

Boa noite, consigo apenas dar uma refeição diária ao meu cão, tem algum problema? Uso a ração quartz filhotes, dou dois copos de 500ml e mais umas 200 gramas de alimentação natural, é muito? Grato pela atenção.

Deixe seu comentário

Pug: conheça tudo sobre a origem milenar da raça
Shih Tzu: conheça o temperamento e os cuidados com a raça
Feira Nacional de Produtos e Serviços para a Linha Pet e Animais de Produção
Shih Tzu: conheça a história, origem e padrão da raça
Vacina em gatos: prevenção de doenças mortais
14° evento PEBRJ - Pit, Extremados e Bully RJ
Temperamento do Pit Bull: tudo o que você precisa saber
American Bully: uma raça que apresenta força e robustez